135

Linguas Estrangeiras

R$59,69

Em até 3x de R$19,90

Uma língua estrangeira é “um idioma não falado pela população de um determinado local, por exemplo, não apenas o Inglês, mas também o japonês antigo tardio são uma língua estrangeira no Japão”[1]. É também uma língua não falada no país de uma pessoa referida, ou seja, um falante de inglês que vive no Japão pode dizer que Japonês é uma língua estrangeira para ele ou ela. Estas duas caracterizações não esgotam as possíveis definições, porém, o rótulo é ocasionalmente aplicado em formas que são diversas vezes enganosa ou factualmente incorretas.

Categoria

Descrição do produto

Uma língua estrangeira é “um idioma não falado pela população de um determinado local, por exemplo, não apenas o Inglês, mas também o japonês antigo tardio são uma língua estrangeira no Japão”[1]. É também uma língua não falada no país de uma pessoa referida, ou seja, um falante de inglês que vive no Japão pode dizer que Japonês é uma língua estrangeira para ele ou ela. Estas duas caracterizações não esgotam as possíveis definições, porém, o rótulo é ocasionalmente aplicado em formas que são diversas vezes enganosa ou factualmente incorretas.

Segundo PUPP (2006), ‘como linguistas, confrontamo-nos frequentemente com os conceitos Língua Materna, Segunda Língua e Língua Estrangeira, muitas vezes sem nos darmos conta, de quão peculiares são esses termos e de quão específicas e difíceis são suas definições. A eles estão ligados outros tantos conceitos e pressupostos, como a própria definição do que é língua e a reflexão metodológica do ensino de uma língua.’[2]

O termo “estrangeiro (a)” provém da palavra francesa étranger, cuja origem deriva do latim extraneus e desde a sua origem etimológica significa “o que é de fora, desconhecido, não-familiar”[3], sendo importante levá-lo em consideração a fim de entendermos os matizes do conceito de língua estrangeira.

Desse modo, uma língua estrangeira é uma língua que não é a materna de uma pessoa, que deve aprendê-la a fim de obter certo domínio sobre a mesma – o que pode ser feito de diferentes modos: pela via escolar, através de cursos e estágios, por meio de manuais, métodos multimídia ou por imersão linguística, entre outros.

Algumas crianças aprendem a língua de seus pais, mesmo não sendo a língua natal: são crianças bilíngues. Para essas crianças nenhuma das línguas aprendidas será estrangeira, ainda que a de seus pais seja considerada estrangeira em seu país natal. Por exemplo, uma criança aprende Inglês com sua mãe inglesa e na escola japonesa no Japão pode falar Inglês e Japonês, mas também não é uma língua estrangeira para ela.

Referencia https://pt.wikipedia.org/wiki/L%C3%ADngua_estrangeira

Avaliações

Não há avaliações ainda.

Seja o primeiro a avaliar “Linguas Estrangeiras”